8/12/2010 date_img 9h01

Ancine e Bahia assinam convênio

handshake

A Agência Nacional do Cinema (Ancine) e o governo do estado da Bahia assinaram no dia 30 de novembro um convênio para a realização do Programa Especial de Fomento – Imagens da Bahia. O ato ocorreu em Salvador, durante a abertura do Seminário Economia do Audiovisual – Cultura da Convergência, evento que teve o apoio do Instituto Iniciativa Cultural.

O programa vai assegurar a produção de 50 obras audiovisuais e a distribuição de três longas-metragens baianos, ainda inéditos no circuito comercial de exibição. Com custo total de R$ 11 milhões, a iniciativa prevê a geração de cerca de 3.800 postos de trabalho diretos e o envolvimento de 152 empresas, sendo 14 produtoras audiovisuais e 138 fornecedoras de serviços.

Para o secretário de Cultura da Bahia, Márcio Meirelles, a assinatura do convênio é mais um passo importante para a profissionalização do setor no estado. “Criar esse fluxo de produção vai ser importante para a Bahia. Já vínhamos fazendo isso através de editais e de licitações para contratar profissionais para produzir conteúdos para a TV. Com o Programa Imagens da Bahia, vamos não somente injetar mais recursos para a produção de novos conteúdos, como também para a distribuição de filmes, um dos gargalos que o país enfrenta”.

O programa está ligado à TVE Bahia, que vai exibir todos os conteúdos que serão produzidos e distribuídos. A meta é gerar uma obra cinematográfica de longa-metragem, uma série de animação, cinco telefilmes, duas minisséries de ficção – sendo uma para o público infantil e outra para o público juvenil –, cinco pilotos para desenvolvimento de séries de animação, além de apoiar a distribuição de três filmes de longa-metragem. Todas as ações do programa serão amparadas por oficinas de capacitação técnica para qualificação dos projetos.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Ancine