Fundo de Incentivo à Inovação

audiovisual2

Especialistas do audiovisual, dirigentes do Ministério da Cultura (MinC) e representantes da sociedade civil reuniram-se no dia 22 de setembro, em Brasília, no primeiro Comitê Técnico do Audiovisual para discutir as diretrizes do Fundo Setorial de Incentivo à Inovação Audiovisual (FSIIA).

Segundo o secretário do Audiovisual, Newton Cannito, o fundo deverá inovar e fomentar  a criação, a distribuição e a formação audiovisual. “Nosso objetivo é ser inovador também na formulação das políticas públicas e atuar em gargalos da cadeia produtiva e criativa do audiovisual”.

Desde 2003, a Secretaria do Audiovisual (SAV) vem ampliando o fomento ao audiovisual brasileiro por meio de programas e editais.  O Fundo de Inovação, de acordo com o órgão, não substitui o orçamento tradicional da SAV que, em 2011, continuará com os programas e fomentos existentes – editais de longas-metragens, curtas-metragens, documentários, apoio a festivais, cineclubes entre outros –, mas vai complementá-los.

O objetivo dessa primeira reunião do comitê foi discutir as diretrizes e linhas do Fundo Setorial, além de avaliar uma proposta de atuação imediata, ainda para 2010.  Apesar de ser implantado apenas em 2011, juntamente com outros sete fundos setoriais, a ideia do Ministério da Cultura é lançar ainda este ano Fundos Setoriais que, mesmo com orçamento parcial, comecem a exercitar como eles poderão ser no futuro.

A proposta apresentada para debate trouxe dez ações e visa o fomento em áreas inovadoras como as de videoclipes, videodança, desenvolvimento de roteiro, interprogramas, programas universitários, projetos de curadoria, videolocadoras e empreendedorismo cultural por meio de coletivos criativos.